Concurso DPE RS – AUTORIZADO!

De acordo com a assessoria de imprensa da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE RS), edital Concurso DPE RS 2017 será publicado no primeiro semestre para prover cargos no quadro de pessoal dos serviços auxiliares da Defensoria, para carreiras de técnico e analista, de nível médio e superior. Ainda não há definições para o número total de vagas que serão ofertadas, mas comissão interna que organizará certame, será formada por seis membros indicados pelo defensor público-feral do Estado e de 1 secretário-executivo.

Para concorrer ao cargo de técnico é preciso ter ensino médio completo ou curso técnico equivalente à especialidade pretendida. O salário inicial do cargo é de R$3.243,90, mais R$464,86 de gratificação. Após progressão na carreira, a remuneração alcança R$5.196,68. Para concorrer ao cargo de analista é preciso ter nível superior na área específica da especialidade pretendida. A remuneração inicial é de R$5.947,15, mais R$464,86 de verba indenizatória e no último padrão de vencimentos o servidor recebe R$9.527,24.

O último concurso da Defensoria foi realizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC) no final de 2012 e início de 2013. A oferta era de 398 vagas e mais de 65 mil candidatos inscritos. Do total de vagas, 150 era de nível superior em diversas áreas, com ganho de R$5.500,00. Já os de nível médio foram 248 vagas para o cargo de técnico em diversas áreas.

Os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva para todos os cargos, além de prova de redação, estudo de caso, avaliação física e avaliação de títulos para algumas funções. A objetiva contava com 60 questões, divididas em língua portuguesa, raciocínio lógico, legislação e conhecimentos específicos.

As avaliações ocorreram nas cidades de Porto Alegre, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria e Santo Ângelo. A validade da seleção foi de um ano, mas foi prorrogada por igual período, e mais de 1.000 aprovados tomaram posse nos cargos, sendo 580 apenas no cargo de técnico em área administrativa e 409 analistas da área processual.