Concurso FUNAI: Prazo até segunda para 220 vagas de nível superior

Os interessados em ingressar na Fundação Nacional do Índio (Funai) têm até a próxima segunda-feira, 16 de maio, para se inscreverem no concurso que irá preencher 220 vagas de nível superior, sendo 202 de indigenista especializado, sete de engenheiro, cinco de engenheiro agrônomo e seis de contador. As remunerações serão de R$5.803,02 (contadores e indigenistas) e R$6.788,31 (engenheiros), já incluídos R$458 de auxílio-alimentação. O regime de contratação será o estatutário, o que garante a estabilidade. As lotações serão feitas, preferencialmente, nos estados do Norte e Centro-Oeste, e posteriormente os servidores poderão solicitar remoção para outros estados.

Os candidatos a engenheiro agrônomo devem ficar atentos, pois a Esaf retificou o edital do concurso, alterando o requisito para participação. Inicialmente, a exigência era formação “superior, em nível de graduação, concluído em Engenharia de Agrimensura, com registro no respectivo Conselho de classe”. Agora, passou para formação “superior, em nível de graduação, concluído em Engenharia Agronômica, com registro no respectivo Conselho de classe. Além disso, foi alterada a tabela de candidatos a serem convocados para a prova discursiva e o conteúdo programático de Conhecimentos Gerais para todos os cargos.
Publicidade

As inscrições devem ser feitas no site da Escola de Administração Fazendária (Esaf). Após preencher o cadastro, o candidato deverá quitar a Guia de Recolhimento da União (GRU) gerada no momento da inscrição, até o dia 6 de junho. O valor da taxa é de R$100, exceto para as funções de engenheiro, de R$120. Os pedidos de isenção poderão ser feitos até durante todo o período de inscrições, também no site da banca.

No dia 7 de agosto serão aplicadas as provas objetivas. Todas as capitais do país, incluindo o Rio de Janeiro, receberão os inscritos, que deverão responder 170 questões divididas em duas partes: Conhecimentos Específicos e Conhecimentos Gerais, que abrange as disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Quantitativo, Direito Constitucional e Administrativo, Legislação Indigenista, Informática Básica e Administração Pública. Ainda haverá etapa de prova discursiva, cuja data provável é 18 de setembro. O resultado final sairá até o dia 16 de dezembro. A validade do concurso será de um ano, podendo ser prorrogada por mesmo período.

ANEXOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.