Concurso Fiocruz: Prazo para assistente segue aberto com 119 vagas.

Contagem regressiva para a publicação dos dois editais que faltam do concurso da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) 2016.

A previsão inicial é de que até o dia 31 deste mês o documento contendo as regras das seleções de técnico e pesquisador se tornem públicas. A primeira carreira exige o nível médio/técnico e trará 61 vagas. Já a segunda, que requer mestrado, contará com 58 vagas. No total, serão contratados 119 novos servidores públicos. Como a Fiocruz é a própria organizadora de ambos os concursos (com o apoio logístico da Fiotec), alguns trâmites burocráticos serão resolvidos mais rapidamente. No momento, estão sendo concluídos pontos como as lotações dos futuros concursados, conteúdo programático, taxas de inscrição e cronograma.

No entanto, alguns perfis de ambas carreiras já foram definidos. Para técnico, algumas das áreas certas são Laboratorial, Enfermagem, Segurança do trabalho, Metrologia, Informação e Saúde e Vigilância. Já para pesquisador, alguns perfis serão Doenças Infecciosas, Biologia Molecular, Medicina Tropical, Saúde e Ambiente, Neurociência, Violência em Saúde, Doenças Crônicas. A função de nível médio tem remuneração de R$3.418,81, enquanto que os ganhos dos pesquisadores são de R$7.159,06. Os R$458 de auxílio-alimentação já estão somados aos dois valores. As contratações ocorrerão pelo regime estatutário, assegurando estabilidade no emprego.

A Fiocruz tem unidades no Rio de Janeiro (sede) e em mais dez capitais: Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Porto Velho, Recife, Salvador e Teresina. É quase certo que, nos dois concursos, a maior parte das vagas sejam destinadas à capital fluminense. Para técnico, além de provas objetivas também haverá exames práticos. Já para pesquisador, as avaliações serão discursivas, de títulos, além também de um memorial/apresentação de projetos. Em recente entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o diretor de RH, Juliano Lima, falou sobre o modelo de trabalho adotado na instituição.

“A Fiocruz conta com um modelo de gestão participativo. O nosso plano estratégico é construído a partir de assembleias em todos os nossos institutos. Ao final deste processo, ele é aprovado com a participação de mais de 300 delegados. Nós elegemos os nossos dirigentes. As pessoas que ingressarem na Fiocruz terão a oportunidade de desempenhar as suas funções e participar da construção do futuro da instituição, em um ambiente de trabalho muito favorável, muito aberto e diversificado”.

Prazo aberto para 2º grau: R$3.418

Prosseguem abertas as inscrições em dois concursos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), destinados a substituir terceirizados por servidores públicos, admitidos pelo regime estatutário, o que lhes garantirá a estabilidade empregatícia. No nível médio, a carreira com vagas abertas é assistente técnico, com remuneração de mais de R$3.400. A princípio, serão contratados 21 aprovados, que precisarão, no ato da posse, comprovar experiência em qualquer atividade da área administrativa, seja ela registrada na carteira de trabalho ou não (nesse caso, será necessária declaração do empregador ou do prestador de serviço). Já no outro concurso, as oportunidades são para especialista (leia sobre o certame na matéria abaixo).
Publicidade

A remuneração exata do assistente é de R$3.418,81, para carga de trabalho de 40 horas. Nesse valor estão incluídos os R$458 referentes ao auxílio-alimentação. Os aprovados trabalharão na sede da fundação, no Rio de Janeiro (14), Manaus (dois), Salvador, Belo Horizonte, Curitiba, Recife e Brasília (um novo servidor em cada local). Caberá aos assistentes técnicos realizarem atividades como suporte administrativo, realizando atividades como protocolos, conferências, atualização e arquivamento de documentos, estoque de materiais e redação de minutas de documentos. Eles também farão contatos e recepção de pessoas, participarão na organização de eventos, elaborarão planilhas, tabelas, quadros demonstrativos, gráficos, apresentações e farão controles patrimoniais.

Para concorrer a uma vaga, basta entrar no site da Fiotec, entidade da autarquia que dá suporte logístico à organizadora, a Fiocruz, até 8 de agosto, e preencher o cadastro. Também é necessário imprimir o boleto na página eletrônica e pagar R$70 de taxa de inscrição. A seleção consistirá apenas em prova objetiva, na qual os candidatos terão das 9h às 13h para responderem a 60 questões. Dessas, 20 versarão sobre Língua Portuguesa, dez sobre Raciocínio Lógico e 30 sobre Conhecimentos Específicos. As avaliações ocorrerão no Rio, em Manaus, Salvador, Belo Horizonte, Curitiba, Recife e Brasília. Ao longo da validade inicial do concurso 2016 da Fiocruz, que é de um ano, podendo dobrar, mais vagas poderão ser abertas, dependendo das necessidades da fundação.

Doutores com experiência têm remuneração de R$16.867

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) também realiza concurso para especialista em ciência e tecnologia, carreira que requer doutorado concluído e experiência de seis anos, após o término do mesmo. O regime de contratação para aqueles que forem aprovados é o estatutário, que assegura estabilidade no emprego. Inicialmente, serão contratados dez profissionais, sendo cinco no Rio de Janeiro, um em Belo Horizonte, um em Curitiba, um em Recife, um em Salvador e um em Fortaleza. Hoje, R$16.867 é a remuneração dessa carreira. Os R$458 de auxílio-alimentação estão inclusos nesse valor. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

A autarquia quer servidores públicos para atuarem nas áreas de Biotecnologia e Engenharia de Processos, Entomologia Molecular, Inovações em Saúde Global, Medicina Translacional, Saúde e Ambiente, Política, Planejamento e Gestão em Saúde, entre outras. Quem se interessar e tiver os requisitos necessários deverá efetuar o cadastro no site da Fiotec. O prazo ficará aberto até 8 de agosto. A validação da inscrição se dará mediante ao pagamento de R$250 de taxa, em qualquer agência bancária.

A Fiocruz, que é a organizadora de sua própria seleção, testará os candidatos aplicando, primeiramente, uma prova discursiva, em 25 de setembro. Os participantes também realizarão exames de títulos e memorial/apresentação de projetos. Durante um ano, os dez primeiros aprovados serão chamados. Esse prazo pode ser estendido por igual período. Todavia, caso a autarquia tenha mais necessidades de pessoal, deverá convocar mais classificados.

Inscrições e isenção: http://concurso.fiotec.fiocruz.br/Fiocruz.2016/