Edital do MPU depende apenas da nova diretoria

O MPU (Ministério Público da União) já tem a comissão organizadora formado para o seu próximo concurso. Esta seleção depende do aval da nova Procuradora Geral para ter edital nos cargos de Técnico, e Analista.

Como já sabemos a Procuradoria Geral da República publicou no Diário Oficial da União na edição de 8 de março, a portaria que cria a comissão para a realização do concurso do MPU. O documento foi ratificado pelo então Procurador Geral, Rodrigo Janot.

Inicialmente, a previsão de lançamento do edital do novo concurso do MPU iria até setembro, mas com a mudança no comando na PGR esse prazo poderá aumentar. Em sessão realizada na última terça-feira, 25 de julho, no Conselho Superior do Ministério Público Federal, a nova Procuradora-Geral Raquel pediu que a atual administração faça novos estudos e trace novos cenários para incluir na proposta orçamentária um reajuste salarial de 16,38% para os procuradores. Com isso, o impacto de eventual reajuste no salário dos procuradores é estimado em cerca de R$ 116 milhões. O salário de um ministro do Supremo hoje é de R$ 33,7 mil. Com reajuste de 16,38%, iria para R$ 39 mil.

Até o momento não há previsão do número de vagas a serem ofertadas, mas dados da transparência de dezembro de 2016 informam que a instituição tem 1.762 cargos vagos. Veja o relatório completo dos cargos vagos.

A validade do último concurso realizado para cargos de Técnico da área administrativa e Analista de apoio jurídico termina no mês de agosto/2017.